sábado, 14 de setembro de 2013

Resenha: 30 dias com Camila

Boa noite, meus utopianos!
Eu estou extremamente feliz de atrair muita gente pelas poucas ideias que estou possuindo. Irei com certeza ter mais ideias futuras. Infelizmente estou devendo capítulos para meus leitores de fanfic, ou seja, daqui alguns dias irei receber ameaças.
O livro de hoje recebi por LV do Skoob feita pela própria autora. L.V foi realizado com intuito de divulgar o seu primeiro livro lançado... e hoje direi minha opinião sobre sua estreia.
Preparados?!

Resenha do livro "30 dias com Camila"



“O problema de se amar sem ser correspondido é 
que você está sempre sozinho, mas nunca disponível."

Camila Torres completou 30 anos, se tornou órfã (tendo sua mãe falecido a um ano), toma tarja preta, entediada e deprimida com sua vida de "Garota Boazinha", ela tenta de alguma forma mudar isso para seu próprio bem. Sequestrar o filho do seu chefe, Edgar Bolivatto, que é enganado pela sua noiva no dia do seu casamento. A secretária do seu pai o sequestra e propõem 30 dias de sexo, sem regras e compromissos.

"A cabeça latejava. Seus braços e pernas estavam pesados, imóveis... 
Tentou abrir os olhos, mas então se deu conta da venda sobre eles... Preso a uma cama. Algemado. Nu.
 A consciência o assaltou."

Comecei a ler esse livro por causa da sinopse e por ser nacional, infelizmente não tinha muito entusiasmo ou esperança por ser um livro marcante e encantador ou até mesmo diferente, porque é um leitura erótica. Então tive aquele leve 'preconceito' de ser: Apenas sexo e entretenimento. Felizmente, li um dia depois de te-lo recebi e o engoli no mesmo dia ou até mesmo a mesma tarde. E me surpreendi!
A narrativa da Silva Fernanda é encantadora, ela intercala cada personagem e mesmo sendo uma narradora onisciente, não entrega todo o mistério (mesmo pequeno) e aos poucos entendemos o motivo do personagem fazer isso ou aquilo. Sim, os protagonistas são, além de sexys, complexos e cativantes no seu psicológico. 
O sexo não é o centro da atenção do livro (graças), por mais que seja o motivo da união dos protagonistas. A transa do casal é sensual com passar do tempo, seus detalhes não são vulgares e o sexo é feito no momento certo, depois, até mesmo, de uma conversa deles.
Em cada capitulo somos apresentado por uma letra da música que o caracteriza (pergunto-me como conseguiu fazer isso), sempre com um gostinho de "mais outro capitulo" e acabamos devorando tudo. O tema abordado não é SEXO, então não descriminem como fiz com a história; recapitulando, os temas são a dor da perda, relacionamento, pessoas que não aceitam "felizes para sempre" para sua vida e a luta por um amor verdadeiro. 
Os personagens são carismáticos (até os secundários, exceto a ex do Bolivatto), mesmo com seus defeitos eminentes, a gente entende eles no decorrer da leitura. Como o fato do Edgar ser meio galinha. Ou a Camila ser depressiva. Seus defeitos e qualidades os tornam humanos e nos encantam. O desfecho da história é clichê, felizmente caracteriza os conflitos internos presentes no casal que lutam para ter algo feliz, mesmo acreditando que não mereça. Camila é conhecida como bipolar pela opinião de alguns blogueiros, porém, eu a considerei normal pela forma dos seus medicamentos ou até da sua vida, é normal ela ser assim e por mais que achamos uma idiotice no meio da leitura por causa dela, seu jeito de ser me conquistou e a química dos dois é perfeita. 
Então shippo demais Camila e Edgar!!
Recomendo com muito louvor esse livro erótico, divertido de ler e encantador pelos personagens complexos e sedutores. Além de antes ter sido uma fanfic! *u* Amei! 

Fanpage do "30 dias com Camila"!


Observação: A nota foi máxima porque Camila representa um pouco de mim (para não dizer quase tudo), as vezes via situações, até mesmo idiotices, que eu faria se fosse eu em vez dela. 

3 comentários:

  1. Adoro leitura erótica, eu lia muitos contos no orkut quando tinha... amei sua resenha e estou seguindo seu blog. Beijos.

    Blog: NAHBOA?!

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga estava lendo esse livro e me disse que não gostou muito, é a opinião dela... É porque não é minha leitura favorita se não eu leria pra tentar opinar... mas é uma ótima resenha! Excelente trabalho!
    Já estou acompanhando seu blog!

    Um abraço!
    Um guarda-livros

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha querida!
    É ótimo ver autores brasileiros sendo reconhecidos né? Este parece ser um livro instigante e me fe ficar curiosa para ler!
    Beijos.

    Amor em Ler
    Promoção ativa no blog

    ResponderExcluir

Utopianos por e-mail